Programa Trabalho Seguro retoma visitas a empresas para alertar sobre segurança do trabalho

Gestor regional aguardou queda na taxa de transmissão da Covid-19 para voltar a fazer trabalho de conscientização

15/12/2021 12h49, atualizada em 15/12/2021 13h30

Com o avanço da vacinação contra da Covid-19 e a queda na taxa de transmissão do vírus, o juiz Ricardo Jahn, que atua na 2ª Vara do Trabalho de Tubarão e é gestor regional do Programa Trabalho Seguro (PTS) do TRT-SC, voltou a realizar ações de conscientização sobre segurança no trabalho. 

Na sexta (10), o magistrado esteve na Siderúrgica Catarinense (Sical), em Criciúma, participando da Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat) da empresa. Além de duas palestras para os empregados, nos dois turnos de trabalho, e uma conversa com supervisores e encarregados, ele também se reuniu com os administradores da empresa, fazendo o convite para ser parceira do Programa

No ramo de siderurgia desde 1970, a Sical conta atualmente com cerca de 200 colaboradores e tem capacidade de produção de 300 toneladas por mês de peças em ferro cinzento, ferro nodular, aços e ligas especiais.

Estatísticas

Dos 446,9 mil acidentes e doenças do trabalho que ocorreram no Brasil em 2020, 28.463 foram em Santa Catarina, que ocupa a quinta posição no país. Esse número não contabiliza acidentes no mercado informal ou no serviço público e também não leva em conta as subnotificações, que, no estado, é de 32% além do total informado pelas empresas. 

Em Santa Catarina, 104 acidentes resultaram em morte de trabalhadores. Além disso, o estado somou 1.005 notificações relacionadas a doenças causadas por vírus, como a Covid-19. Os dados são do Observatório de Saúde e Segurança do Trabalho.

 

Texto: Luana Cadorin
Secretaria de Comunicação Social - TRT/SC
Núcleo de Redação, Criação e Assessoria de Imprensa
(48) 3216-4306 / 4307 /4348 - secom@trt12.jus.br

Leia Também: