TRT-12 conquista Ouro pela sétima vez no Prêmio CNJ de Qualidade

Regional foi agraciado em todas as edições desde a criação do prêmio, em 2014

22/11/2022 17h08, atualizada em 25/11/2022 14h50

O Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região (SC) conquistou pela sétima vez o certificado da categoria Ouro do Prêmio CNJ de Qualidade. A entrega da láurea ocorreu na manhã desta terça (22), durante o 16º Encontro Nacional do Poder Judiciário, promovido em Brasília, após dois anos de transmissão remota por conta da pandemia.

O Prêmio é um reconhecimento concedido pelo CNJ aos tribunais que se destacam em políticas judiciárias, eficiência, gestão e organização de dados. A premiação contempla cada segmento de justiça, separadamente. Os tribunais são classificados, de acordo com a avaliação do desempenho, em três categorias: “Diamante”, “Ouro” e “Prata”.

Servidor Fábio e os magistrados Ângela, Godoy e Nakajo posam com o certificado da Categoria Ouro
Servidor Fábio e os magistrados Ângela, Godoy e Nakajo posam com o certificado da Categoria Ouro 


O vice-presidente do TRT-12, desembargador Wanderley Godoy Junior, o juiz gestor regional de metas, Roberto Nakajo, a juíza auxiliar da Presidência, Ângela Konrath, e o servidor Fábio Rebelo, da Secretaria de Gestão Estratégica, estiveram presentes na cerimônia e receberam o prêmio em mãos.

Conquista coletiva

Para o presidente do TRT-12, desembargador José Ernesto Manzi, "o prêmio é um reconhecimento e um estímulo para a Justiça do Trabalho catarinense, que ao longo dos anos vem se dedicando para entregar uma prestação jurisdicional cada vez mais rápida, eficiente e justa. Parabenizo magistrados e servidores pelo comprometimento para conquistarmos esse ótimo resultado”, destacou.

O desembargador Godoy também comemorou o desempenho: "mais uma vez o nosso TRT é destaque no prêmio do CNJ de Qualidade, demonstrando a constante luta pela excelência na prestação jurisdicional". 

"A premiação recebida representa o esforço e dedicação de todos(as) os(as) servidores(as) e magistrados(as). E isso reverte em prol dos jurisdicionados catarinenses, que possuem à disposição uma justiça do trabalho que lhes presta um atendimento de elevada qualidade", pontua o juiz Nakajo.  

Na mesma linha, a juíza Ângela ressalta que “o encontro destacou o papel transformador das metas no desempenho do judiciário, reconhecendo como elemento principal o trabalho desenvolvido pelas juízas e juízes, servidoras e servidores no alcance de uma prestação jurisdicional mais célere e de qualidade”. 
 

Foto posada com 23 líderes (todos em pé) de diversos ramos do Judiciário


O Encontro Nacional, que ocorreu no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nos dias 21 e 22 de novembro, contou com a presença de líderes dos tribunais brasileiros e integrantes da Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário, com o objetivo de debater desafios enfrentados ao longo do ano e aprovar metas nacionais e específicas para 2023. 

Desempenho
Importante destacar que o Regional catarinense teve o melhor desempenho do país por dois anos consecutivos (2020 e 2021), quando recebeu a premiação na categoria Diamante, título inédito até então.  Desde a criação do prêmio, em 2014, o TRT-12 foi agraciado em todas as edições. Conquistou o Selo Ouro por sete vezes, sendo seis consecutivas, e o Selo Diamante em duas oportunidades. 


• Clique aqui e confira o painel de resultados por ramo de Justiça!

 

Texto: Letícia Cemin, com informações do CNJ 
Secretaria de Comunicação Social/TRT-12
Núcleo de Redação, Criação e Assessoria de Imprensa
(48) 3216-4303 / 4320 - secom@trt12.jus.br

Leia Também: