Planejamento_Estrategico_2015-2020_Noticias_relacionadas_16-01-15

16.01.15

Magistrados e servidores voltam a ser consultados sobre destinos da instituição

 

Nova etapa do Planejamento Participativo começa na terça-feira e vai coletar sugestões para atingir objetivos estratégicos

 

banner pp



A partir da próxima terça-feira (20), magistrados e servidores serão novamente chamados pra participar das discussões do Planejamento Estratégico do TRT-SC para o período 2015-2020. A exemplo da consulta pública realizada em outubro passado, a Secretaria de Planejamento (Seplan) vai enviar um formulário por e-mail para coletar sugestões de ações a fim de atingir os objetivos estratégicos definidos pelo Comitê de Gestão Estratégica, em novembro passado. A pesquisa ficará disponível na intranet até 20 de fevereiro.

Diferente da primeira pesquisa, em que foi feito o diagnóstico da instituição, desta vez o público está sendo chamado para sugerir ações concretas. De acordo com o juiz Alexandre Ramos, gestor estratégico e de metas, não adianta o Tribunal ter uma plano estratégico bem elaborado no papel, se não souber como colocá-lo em prática. “O momento agora é de definir como pretendemos chegar ao nosso destino, ou seja, quais as ações devemos implementar para garantir uma Justiça mais célere e efetiva”, explica o magistrado.

As ações sugeridas devem estar vinculadas aos 12 objetivos estratégicos, que versam sobre uma gama variada de assuntos, abordando desde a efetividade da prestação jurisdicional até a promoção da saúde e qualidade de vida de magistrados e servidores. Ao final da consulta, que poderá ser respondida individualmente ou em equipe (pela unidade), as sugestões serão compiladas pela equipe da Secretaria de Planejamento e colocadas em discussão na reunião do Comitê de Gestão Estratégica, que deverá ocorrer no final de fevereiro.

Vale esclarecer que serão disponibilizados dois links no portal, um na extranet e outro na intranet. Servidores e magistrados deverão acessar o da intranet, pois o da extranet é voltado para o público externo, que poderá dar sugestões de ações para dois objetivos: assegurar a efetividade da prestação jurisdicional e assegurar a qualidade de vida no meio ambiente de trabalho.

Para o presidente do TRT-SC, desembargador Edson Mendes de Oliveira, a forma “democrática e participativa” como está sendo conduzida a elaboração do planejamento estratégico constitui-se um momento inédito para o Tribunal. “Estamos fazendo um trabalho que representa não somente as ideias de nossa experiência interna, mas também as críticas e o pensamento da sociedade”, elogia. 

Objetivos Estratégicos

Assegurar a efetividade da prestação jurisdicional

Assegurar a qualidade de vida no meio ambiente de trabalho

Aprimorar os processos de trabalho e fortalecer a governança

Impulsionar as execuções trabalhistas e fiscais

Gerir as demandas repetitivas e os grandes litigantes

Assegurar a celeridade e a produtividade na prestação jurisdicional

Estimular a conciliação e as soluções alternativas de conflito

Aprimorar a comunicação e a integração entre as áreas

Aprimorar a gestão de pessoas

Aprimorar a gestão orçamentária

Aprimorar a infraestrutura e a governança de Tecnologia de Informação e Comunicação

Promover a saúde e a qualidade de vida de magistrados e servidores

 

Secretaria de Comunicação Social - TRT-SC
Direção (48) 3216-4320 - Redação 3216-4303/4306/4348